Current track

Title

Artist

Current show

FATIA EP.18 c/ BRF

21:00 22:00

Current show

FATIA EP.18 c/ BRF

21:00 22:00


Residentes

Diego Eva é multiartista nordestino baseado em São Paulo. Em 2010 iniciou seu percurso de produção e discotecagem na cena underground de Fortaleza-CE, com o propósito de explorar novos sons e espaços junto à festa queer Sonha, Alice. Em paralelo desenvolveu a DIAG, tradicional movimento independente de música eletrônica da capital cearense, que promove ocupações culturais em clubes e espaços públicos da cidade. Em 2017 criou junto a outros artistas o coletivo audiovisual Eletrogeras, projeto que teve o foco em percorrer por perspectivas experimentais sonoras e visuais da música eletrônica no Ceará e que foi gatilho disseminador de uma nova nova safra artística na cultura clubber contemporânea do estado. Atualmente dialoga com a cena através do seu alter ego, EVVA, tocando pelas pistas de dança e criando conteúdo online junto ao núcleo artístico da Rádio Function.fm.

Allaoy é uma peça-chave para o alimento cultural eletrônico do interior de Minas Gerais e tem desestruturado o tradicionalismo e articulado o comportamento social a questionar como usufruem do seu espaço-tempo. A frente de projetos como o coletivo Bait ele também é dj residente da Function.fm e curador do programa Sede Guerrilha. É a mente a frente da web radio independente @function.fm - espaço onde tem construído evoluções e histórias sonoras através de seu programa DIMENSÃO.

Laryssa Braga ou Larysss é Dj e Produtora Cultural atuante na cena de Belo Horizonte desde 2018. Começou a discotecar em 2019 e integra os coletivos AYÔ e Discothèque. Sua sonoridade é baseada nos sons com que teve contato desde criança, com grande influência da musicalidade dos anos 70, 80 e 90, sendo principalmente na música negra onde ela encontra a inspiração para criar sets dançantes, felizes e cheios de groove, com canções que passam pelo soul, funk, disco, house, techno, afrohouse e seus subgêneros.

Fritzzo, multiartista, dj e produtora de 23 anos que atua na cena de música eletrônica underground de Porto Alegre desde 2017, mas iniciou sua carreira como dj aos 18 anos. É co-fundadora do Coletivo Plano, grupo de artistas que questiona a utilização, segurança e a preservação dos espaços públicos e privados por meio de festas e atualmente é dj residente da Pane PoA, festa que possui uma estética oitentista.

Conhecida pela sua pesquisa voltada para o synth, industrial e dark beat, Thaís iniciou sua carreira como DJ em 2018 em Uberlândia. Logo de cara foi uma das partes da Festa Temporal, projeto que marcou presença nas pistas e principais festivais da cidade, tendo também mostrado sua cara na capital carioca. Se envolveu em outras produções uberlandeses, como a Baile 034, Inferninho e BAIT, além de já ter gravado sets para rádios de São Paulo e Belo Horizonte. Gosta de misturar o industrial com batuques e vocais intensos, mas se mantendo fiel ao synth, criando assim uma atmosfera cósmica e não obstante dançante para o público.

The Space Invader From Brasil (a.k.a. tsifromperifa) é DJ desde 2002, começando a discotecar house e techno em Brasília, onde também trabalhou na produção de trilhas e ambientação sonora até 2011. Criou a Function.Fm (inicialmente Function.Podcast) em 2005, página na web sem fins lucrativos, para divulgação de música eletrônica. Coordena desde 2007 o festival de cultura eletrônica Contato Virtual, com a participação de mais de 200 DJs, VJs, artistas e outros profissionais ligados à música eletrônica, na semana do Dia Mundial de Luta contra a Aids (1o de dezembro), chamando a atenção para a epidemia e seu enfrentamento. Em 2015 criou o projeto tsifromperifa, voltado para bpms mais baixos, sons “periféricos”, étnicos e regionais/brazucas com pegada eletrônica. Vem desenvolvendo o que chama de “semi-lives”, em que se utiliza principalmente de samples, e que resulta num misto de um live com djset de mashups e edits, em que as músicas do set são fragmentadas e reconstruídas. Atualmente com base em Minas Gerais, participa do coletivo Bait, em Uberlândia (MG).

Marcus Reis/Lemarc, 24 anos, natural de Santos, São Paulo. O contato musical acontece naturalmente dentro de casa. Pai compositor e multi-instrumentista e mãe entusiasta. No início de 2017 encontrou na discotecagem a forma de expor suas influências musicais, com dois de seus melhores amigos (Antonio Peretti e Eder Magno) deu início ao coletivo VISCERÅL, sendo o principal curador de um espaço para apresentações sonoras e futuramente canal de podcast. Também em 2017, iniciou uma jornada na equipe de comunicação do coletivo de ocupações itinerantes, ODD, essa aliança se estendeu desde a convites para expor sua pesquisa musical a ocupação de “Label Manager” junto ao selo que serve de plataforma para faixas com orientação de pista, ODDiscos.

[PTB] Fundador de netlabel e fanático-confessado por música, Moisés Lourenço, também conhecido como 'txäi', nunca imaginou fazer isso quando estava escondido em seu quarto em Uberaba, Brasil, fazendo mixtapes para seus amigos em 2013, ou em parceria com os coletivos de sua cidade natal, Mi_animalism e LCDBCT, discotecando e colaborando em ocupações criativas em locais públicos ou abandonados. E, a partir daí, abraçou e se esforçou para impulsionar sua ideia, Casa Caos — cuja curadoria vasculha batidas lentas e contaminadas desde 2014, na época, também seguida pelo exemplo de uma envolvente cena cultural de festa clandestina de rua em São Paulo. Demorou um pouco para se considerar um DJ, fusão entre artista-ouvinte-público; principalmente por não ter muitas aparições públicas, mantendo uma conduta acanhada, discotecando 'apenas por diversão'. Apesar disso, aparece muito digitalmente, tendo criado várias mixtapes para diversos canais de música eletrônica, sempre envolvendo uma necessidade contínua de mergulhar em territórios lentos para corações esquecidos no ritmo. Recentemente, juntou-se a Hugo Siqueira (também conhecido como tsifrombrasil) no duo 'izyk y zira', nascido dos elementos de lentidão, samples enigmáticos, falhas, eletropop desconhecido, música abnegada e nova. A partir de agora, txäi está apresentando semanalmente o programa 'casa caos ARQUIVO X' (Domingo — 18h às 21h, horário de Brasília) onde ele repassa os arquivos de podcast de sua gravadora. Relembrar é viver: exercícios para a memória! Além disso, co-hospeda o programa mensal ‘para fazer amor com sua paixão’ pelo programa "Transância", sob o pseudônimo zira. [ENG] Netlabel manager and self-confessed music nut, Moisés Lourenço , also known as 'txäi', never imagined doing this when he was holed up in his bedroom in Uberaba, Brazil, making mixtapes for his college friends in 2013, in partnerships with his hometown's local scene collectives, Mi_animalism and LCDBCT, djing and collaborating in creative occupations on public or abandoned places. And, from there on, embraced and strove to give a boost to his brainchild Casa Caos — whose curatorship has been exploring slow contaminated beats since 2014, at that time, also followed by the example of an engaging cultural underground street-party musical scene in Sao Paulo. It took a while before he considered himself a DJ, this fusion between artist-listener-audience; mainly for not having a lot of public appearances, maintaining a low-profile behavior and taking DJing in a 'just for fun' approach. But, txäi has delivered several mixtapes on numerous electronic music channels, always engaging a continuous need to delve into slow high-flying territories and hearts forgotten in the rhythm. Recently, joined Hugo Siqueira (aka tsifrombrasil) in the newcomer duo ‘izyk y zira’, born out of the elements of slowness, riddle samples, glitch, uncharted electropop, abnegated and newfangled music. From now on, txäi is hosting the weekly three-hours program (Sunday — 6pm to 9pm UTC-3) ‘casa caos X-FILES’, where he goes back through his record label's podcast files. Remembering is living: memory exercises! Besides that, co-hosting the monthly one-hour music-to-make-love-to your crush by program ‘Transância’ as zira.

Chroma é o projeto musical de Sarah Zimmermann, DJ de Florianópolis, onde está profundamente envolvida com a emergente cena local. A DJ começou a experimentar a mixagem em meados de 2013 e vem moldando sua persona de acordo com a soma de experiências sonoras adquiridas com o tempo. Seu vasto background musical permitiu a construção de uma identidade multifacetada, fugindo de estereótipos batidos e mantendo-se em transformação constante. Conduz seus sets de maneira criativa, imprevisível e versátil, traduzindo sua percepção artística de forma sempre singular para a pista. Atualmente é a cabeça por trás da festa Diskothek e co-fundadora do Coletivo Brasa.

Nascido em Uberlandia onde junto com Allaoy criou o coletivo Bait ⫻ ja criou também suas raízes em São Paulo sendo produtor e residente da Silvertape Camp e agora colaborador da rádio Function.fm.

Bruna Bertolacini aka @yeahbruna aka BB HITS cidade: São Paulo - SP idade: 28 anos sol, lua e ascendente: escorpião, aquário e leão comida preferida: pad thai comunidade preferida do orkut: discografias funções que pode exercer em troca de dinheiro: disc jockey, técnica de som, produtora de rádio, festas e lives, designer gráfico, editora de vídeo, ilustradora e namorada(brinqs) último trabalho mais relevante: produtora da Na Manteiga Radio coletivo: APEX   Toda última segunda-feira do mês às 20h ela traz o seu podcast ლ(·﹏·ლ) com uma seleção autobiográfica dark, porém iluminada, de drum and bass, dubstep e afins.

PINK MONKEY FLOWER Projeto de música eletrônica de Marcos Morcerf e Pejota Fernandes. Após 10 ANOS de hibernação do PMF, Morcerf e Pejota reagruparam-se e produziram um novo repertório, fiel a concepção original do projeto, sobrepondo texturas e melodias num estilo próprio, incomparável e mutante, com influencias da história da música eletrônica, rock, soul, psicodelismo, funk , além de incorporar suas experiencias como DJ , na construção de suas apresentações no LIVE SET : músicas curtas , climas diversos , contando uma história para cada situação de apresentação ( PMF já tem quase 150 tracks lançadas e mais umas 100 finalizadas e/ou em andamento que também são incorporadas ao LIVE SET ). Ha 14 anos atrás , o ainda DJ Marcos Morcerf ( que se afastou definitivamente das pick ups há 10anos ) e Pejota, DJ e produtor de música eletrônica, residente da Festa DANDO ( atualmente também fotógrafo ) reuniam-se para produzir e fazer apresentações, basicamente nas Festas onde Marcos Morcerf era DJ residente e criador dos projetos. A célebre FREAK CHIC nas sextas feiras do D EDGE ( com Pareto e Ratier ), e a Festa mensal AVESSO ( com Marcio Vermelho ) abrigada no Clube VEGAS. Pejota era convidado regular de ambos os projetos e chegaram a lançar 2 Eps em VINYL, um pela Memorabilia Records ,com um REMIX do LSB ( Pete Herbert & Baby G ) para a música “Rodando a Carmen” https://www.junodownload.com/products/pink-monkey-flower-rodando-a-carmen-ep/1313726-02/ , e outro pelo selo MAMUTE RECORDS , “Nothing Venture, Nothing Gain” . https://www.junodownload.com/products/pink-monkey-flower-nothing-venture-nothing-gain/1357844-02/ . Este retorno, baseia se portanto na vontade produzir novas músicas, aguçar e instigar a sensibilidade da música underground eletrônica , e expressar um trabalho essencialmente AUTORAL. Pink Monkey Flower lançou 3 ALBUNS https://www.junodownload.com/products/pink-monkey-flower/3670729-02/, e produziu varios EPs incluindo remixes de convidados relevantes. O primeiro E.P. do retorno, “HIT BACK” tem além das faixas originais DJ friendly do PMF, um épico REMIX do SNS, projeto do qual participa o respeitado produtor Sebastian Muravchix , e Brassica fez a masterização do remix de “Lobby & Quarto”. https://www.junodownload.com/products/pink-monkey-flower-hit-back/3716269-02/ CONFIRA TODOS NOSSOS RELEASES , Álbuns e E.P.s , na nossa página no BANDCAMP , com as faixas ORIGINAIS e REMIXES de artistas como Zopelar , MuM, Ledgroove, Newton B. , Corelli & Jesum, Suntrax, Tingod , ROTCIV , Davis, Magal & Takeshi , Bad_Mix , Marcio Vermelho , DJ Mau Mau, DJ Ana Flavia , Salada, Fornazier, DJ Papaya , e muitos outros que já estão trabalhando nos próximos remixes. Ate Setembro de 2020 , já temos 34 releases entre Eps e 4 Albuns . https://pinkmonkeyflower.bandcamp.com/