Current track

Title

Artist

Current show

FATIA EP.18 c/ BRF

21:00 22:00

Current show

FATIA EP.18 c/ BRF

21:00 22:00


Transância (reprise)

Scheduled on

Quarta 13:00 14:00

Tagged as:
A trilha sonora desempenha um papel essencial na criação de tensão sexual ou romântica; portanto, a relação entre amor, sexo e música é o motivo pelo qual as pessoas se preocupam em criar listas para se 'fazer sexo'. Mesmo que você não esteja interessado exclusivamente em um gênero específico, você pode ter uma música que seja 'aquela' que bate. Mas como a música que você escuta afeta suas preferências, atitudes e fetiches sexuais? Há uma razão pela qual música e sexo combinam tão bem, e na verdade isso tem muito a ver com ciência. Mas isso não vem ao caso, não vamos entrar no assunto. Quando a dupla 'izyk e zira' propôs o programa 'transância' — um podcast mensal adulto não necessariamente romântico, o objetivo principal será selecionar músicas para você curtir com seu crush, seu contatinho, a @, namorado/namorada, marido/esposa, ou como você preferir!

 

O fato de as pessoas conhecerem muitas músicas que simbolizam o amor e que são títulos derivados, em geral, de referências culturais extraídas de filmes, não implica que a seleção esteja atrelada às trilhas sonoras, mas de fato, pretende destacar uma história digital, como um conto erótico sem recursos visuais para tornar o mundo um lugar mais positivo para o sexo.

 

'O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança.'

Gabriel García Márquez

 

 

 

Soundtrack plays a key role in building sexual or romantic tension, so the relationship between love, sex and music is why people bother to make have-sex playlists. Even if you're not exclusively interested in a specific genre, you may have one song that hits the spot. But how does the music you listen to affect your sexual preferences, fetishes, and attitudes? There's a reason music and sex go so well together, and it actually has a lot to do with science. But that's beside the point, let's not get into the subject. When the duo 'izyk and zira' propose the program 'Transância' — a hot not-necessarily romantic adult monthly podcast, the primary objective is to select songs for you to enjoy with your crush, your boo, 'the' @, boyfriend/girlfriend, husband/wife, or whatever you prefer to call it!

 

The fact that people know a lot of music that symbolizes love and that are titles derived, in general, from cultural references extracted from films, it does not imply that the selection is tied to the soundtracks, but that it intends to highlight a digital story, as an erotic tale without visuals in order to make the world a more sex-positive place.

 

'Sex is the consolation that we have when love doesn't reach us.'

Gabriel García Márquez

A trilha sonora desempenha um papel essencial na criação de tensão sexual ou romântica; portanto, a relação entre amor, sexo e música é o motivo pelo qual as pessoas se preocupam em criar listas para se ‘fazer sexo’. Mesmo que você não esteja interessado exclusivamente em um gênero específico, você pode ter uma música que seja ‘aquela’ que bate. Mas como a música que você escuta afeta suas preferências, atitudes e fetiches sexuais? Há uma razão pela qual música e sexo combinam tão bem, e na verdade isso tem muito a ver com ciência. Mas isso não vem ao caso, não vamos entrar no assunto. Quando a dupla ‘izyk e zira’ propôs o programa ‘transância’ — um podcast mensal adulto não necessariamente romântico, o objetivo principal será selecionar músicas para você curtir com seu crush, seu contatinho, a @, namorado/namorada, marido/esposa, ou como você preferir!

 

O fato de as pessoas conhecerem muitas músicas que simbolizam o amor e que são títulos derivados, em geral, de referências culturais extraídas de filmes, não implica que a seleção esteja atrelada às trilhas sonoras, mas de fato, pretende destacar uma história digital, como um conto erótico sem recursos visuais para tornar o mundo um lugar mais positivo para o sexo.

 

‘O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança.’

Gabriel García Márquez

 

 

 

Soundtrack plays a key role in building sexual or romantic tension, so the relationship between love, sex and music is why people bother to make have-sex playlists. Even if you’re not exclusively interested in a specific genre, you may have one song that hits the spot. But how does the music you listen to affect your sexual preferences, fetishes, and attitudes? There’s a reason music and sex go so well together, and it actually has a lot to do with science. But that’s beside the point, let’s not get into the subject. When the duo ‘izyk and zira’ propose the program ‘Transância’ — a hot not-necessarily romantic adult monthly podcast, the primary objective is to select songs for you to enjoy with your crush, your boo, ‘the’ @, boyfriend/girlfriend, husband/wife, or whatever you prefer to call it!

 

The fact that people know a lot of music that symbolizes love and that are titles derived, in general, from cultural references extracted from films, it does not imply that the selection is tied to the soundtracks, but that it intends to highlight a digital story, as an erotic tale without visuals in order to make the world a more sex-positive place.

 

‘Sex is the consolation that we have when love doesn’t reach us.’

Gabriel García Márquez


Read more

Transância (reprise) crew

[PTB] Fundador de netlabel e fanático-confessado por música, Moisés Lourenço, também conhecido como 'txäi', nunca imaginou fazer isso quando estava escondido em seu quarto em Uberaba, Brasil, fazendo mixtapes para seus amigos em 2013, ou em parceria com os coletivos de sua cidade natal, Mi_animalism e LCDBCT, discotecando e colaborando em ocupações criativas em locais públicos ou abandonados. E, a partir daí, abraçou e se esforçou para impulsionar sua ideia, Casa Caos — cuja curadoria vasculha batidas lentas e contaminadas desde 2014, na época, também seguida pelo exemplo de uma envolvente cena cultural de festa clandestina de rua em São Paulo. Demorou um pouco para se considerar um DJ, fusão entre artista-ouvinte-público; principalmente por não ter muitas aparições públicas, mantendo uma conduta acanhada, discotecando 'apenas por diversão'. Apesar disso, aparece muito digitalmente, tendo criado várias mixtapes para diversos canais de música eletrônica, sempre envolvendo uma necessidade contínua de mergulhar em territórios lentos para corações esquecidos no ritmo. Recentemente, juntou-se a Hugo Siqueira (também conhecido como tsifrombrasil) no duo 'izyk y zira', nascido dos elementos de lentidão, samples enigmáticos, falhas, eletropop desconhecido, música abnegada e nova. A partir de agora, txäi está apresentando semanalmente o programa 'casa caos ARQUIVO X' (Domingo — 18h às 21h, horário de Brasília) onde ele repassa os arquivos de podcast de sua gravadora. Relembrar é viver: exercícios para a memória! Além disso, co-hospeda o programa mensal ‘para fazer amor com sua paixão’ pelo programa "Transância", sob o pseudônimo zira. [ENG] Netlabel manager and self-confessed music nut, Moisés Lourenço , also known as 'txäi', never imagined doing this when he was holed up in his bedroom in Uberaba, Brazil, making mixtapes for his college friends in 2013, in partnerships with his hometown's local scene collectives, Mi_animalism and LCDBCT, djing and collaborating in creative occupations on public or abandoned places. And, from there on, embraced and strove to give a boost to his brainchild Casa Caos — whose curatorship has been exploring slow contaminated beats since 2014, at that time, also followed by the example of an engaging cultural underground street-party musical scene in Sao Paulo. It took a while before he considered himself a DJ, this fusion between artist-listener-audience; mainly for not having a lot of public appearances, maintaining a low-profile behavior and taking DJing in a 'just for fun' approach. But, txäi has delivered several mixtapes on numerous electronic music channels, always engaging a continuous need to delve into slow high-flying territories and hearts forgotten in the rhythm. Recently, joined Hugo Siqueira (aka tsifrombrasil) in the newcomer duo ‘izyk y zira’, born out of the elements of slowness, riddle samples, glitch, uncharted electropop, abnegated and newfangled music. From now on, txäi is hosting the weekly three-hours program (Sunday — 6pm to 9pm UTC-3) ‘casa caos X-FILES’, where he goes back through his record label's podcast files. Remembering is living: memory exercises! Besides that, co-hosting the monthly one-hour music-to-make-love-to your crush by program ‘Transância’ as zira.

The Space Invader From Brasil (a.k.a. tsifromperifa) é DJ desde 2002, começando a discotecar house e techno em Brasília, onde também trabalhou na produção de trilhas e ambientação sonora até 2011. Criou a Function.Fm (inicialmente Function.Podcast) em 2005, página na web sem fins lucrativos, para divulgação de música eletrônica. Coordena desde 2007 o festival de cultura eletrônica Contato Virtual, com a participação de mais de 200 DJs, VJs, artistas e outros profissionais ligados à música eletrônica, na semana do Dia Mundial de Luta contra a Aids (1o de dezembro), chamando a atenção para a epidemia e seu enfrentamento. Em 2015 criou o projeto tsifromperifa, voltado para bpms mais baixos, sons “periféricos”, étnicos e regionais/brazucas com pegada eletrônica. Vem desenvolvendo o que chama de “semi-lives”, em que se utiliza principalmente de samples, e que resulta num misto de um live com djset de mashups e edits, em que as músicas do set são fragmentadas e reconstruídas. Atualmente com base em Minas Gerais, participa do coletivo Bait, em Uberlândia (MG).